Carlos Rodrigues Jaca leccionou nesta escola durante 20 anos. Dedicou-se à investigação histórica e publicou regularmente os seus artigos no Diário do Minho. Também publicou os seus artigos na revista "História" e proferiu algumas conferências. Mais recentemente publicou alguns livros, entre eles "Da Memória de Alberto Sampaio", "Do Convento das Teresinhas ao Asilo de S. José - Esboço Histórico" e "Manuel Monteiro. A sua república não era aquela - Edição da Casa do Professor".

São esses artigos e conferências que

são disponibilizados através da página da 

Escola Secundária de Alberto Sampaio

Diário do Minho

Conferências

Revista de História

Livros

Carlos Rodrigues Jaca.

 

 

Natural de Coimbra onde se licenciou em Ciências Históricas na Faculdade de Letras, apresentando como tese da Licenciatura o trabalho intitulado «Cartas do Conde de Vila Verde (Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Guerra) para o Conde da Barca (Ministro do Reino) - «Subsídios para o estudo da Neutralidade Portuguesa nas vésperas das Invasões Francesa» - Documentação manuscrita pertencente ao Arquivo Distrital de Braga.

Leccionou na Escola Industrial e Comercial de Pombal, Escola Preparatória de D. Dinis, em Leiria, cidade onde fez o estágio pedagógico na Escola Secundária Domingos Sequeira.

Colaborou durante alguns anos nos jornais de Pombal, tendo sido um dos fundadores do jornal «Voz do Arunca» e no «Jornal da Educação». Entre 1981 e1995, publicou cerca de duas dezenas de artigos na Revista «História», nomeadamente numa série dedicada à vida e obra do Marquês de Pombal, bem como um excelente trabalho sobre Alberto Sampaio e, ainda, (1993) uma série de três artigos sobre a comemoração dos 450 anos da chegada dos Portugueses ao Japão: «Relações Luso - Nipónicas nos séculos XVI e XVII».

Entre 26 de Maio e 29 de Julho de 1990, participou no 1º Congresso do Baixo Mondego - «Região e Património», apresentando uma tese sobre o Marquês de Pombal, responsável por todo o processo que orientou e levou à implantação da denominada "Reforma Universitária Pombalina de 1772 ", uma vez que nesse ano de 1990 se comemorava o 7º centenário da fundação da Universidade. Em Fevereiro de 2008, aquando das comemorações do centenário da morte de Alberto Sampaio publicou, em edição da escola, o livro "Da Memória de Alberto Sampaio". Em Março de 2011, a convite da Direcção do Asilo de São José, foi também publicado o livro "Do Convento das Teresinhas ao Asilo de S. José - Esboço Histórico. Publicou ainda "Domingos Pereira - Um bracarense na primeira república" (no nº 40 de "Forum", revista cultural da Universidade do Minho.

Leccionou durante vinte anos na Escola Secundária Alberto Sampaio, onde atingiu a aposentação e apresentou vários temas em conferências, sendo de salientar a que proferiu quando do cinquentenário da morte de Aristides de Sousa Mendes, tema igualmente levado a efeito na Escola Secundária Sá de Miranda e Lions Club de Braga.

Por sua proposta, a Biblioteca da Escola Alberto Sampaio adoptou como patrono, o ilustre bracarense, Dr. Manuel Monteiro.

Desde 2002, data da sua aposentação, passou a colaborar com alguma frequência no suplemento «Cultura» do «Diário do Minho», onde os seus trabalhos têm merecido a atenção e o apreço de muitos dos seus leitores.

Carlos Rodrigues Jaca nasceu a 17 de Julho de 1935 e faleceu a 14 de Março de 2013.