ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALBERTO SAMPAIO

Notas de Apoio à Disciplina de Sociologia

 

1.2. A unidade e a complexidade do social

Sociologia -> Ciência Social -> Estudo da realidade social

SOCIAL?

Conjunto ou associação (vida social = vida em conjunto)

Situações relacionadas com os indivíduos desfavorecidos (habitação social, obra social)

Globalidade da sociedade e processos que dela decorrem (facto social, fenómeno social)

SOCIAL = DECORRE DA VIDA EM SOCIEDADE

A realidade social é muito complexa, dado que abrange todo um enorme conjunto de indivíduos e grupos em permanente interacção.

Assim, para obtermos uma explicação completa e profunda de um fenómeno social, temos que recorrer ao contributo de todas as ciências sociais.

 Isto não significa que a realidade estudada por cada uma das ciências sociais seja diferente. A realidade social é uma só e não se encontra compartimentada. Ela é sempre a mesma, só que é vista com a perspectiva própria, o centro de interesse, ou os “olhos” de ciências sociais diferentes.

 Cada ciência social tem a sua forma de analisar a mesma realidade social. Falamos, assim, de análise económica, análise política, análise sociológica, conforme o centro de interesse ou perspectiva de estudo. “É sempre o centro de interesse que distingue uma ciência social de qualquer outra”.

Embora a realidade social seja susceptível de ser artificialmente compartimentada para maior facilidade de análise, ela é sempre a mesma realidade ou a mesma unidade.

A realidade social é una e indivisível, porque constitui um todo que não é igual à soma das partes. Assim, nenhum estudo parcelar da realidade social pode estabelecer uma linha divisória e separa-se dos demais estudos parcelares.

A realidade social é muito complexa, porque são muitos os seus aspectos, aspectos que, não existindo à margem uns dos outros, são, pelo contrário, interdependentes, interferindo uns nos outros.

 

Endereço

Telefone

Fax

Correio Electrónico

Rua Álvaro Carneiro
4710-216 BRAGA

+351 253 204 220

+351 253 204 224
+351 253 204 228

info@esec-alberto-sampaio.rcts.pt

(c) 2002 António Padrão

 

Início Seguinte