ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALBERTO SAMPAIO

Notas de Apoio à Disciplina de Sociologia

 

1.3. A complementaridade e a interdependência nas ciências sociais

Todas as ciências sociais estudam a mesma realidade social, mas fazem-no de formas diferentes, segundo perspectivas diferentes.

Cada uma das ciências sociais fornece-nos um código de leitura da realidade social que nos dá uma visão parcial e incompleta dessa mesma realidade, pois a sua riqueza e complexidade não se esgota na explicação dada por uma única ciência social.

Para termos uma visão e compreensão total de um fenómeno social, é necessário que as várias análises parcelares e unilaterais se completem umas às outras.

Deste modo, as ciências sociais são reciprocamente complementares, pois a leitura que cada uma faz da realidade social completa ou complementa as leituras efectuadas pelas outras.

Quanto à interdependência, se os múltiplos aspectos dos fenómenos sociais não são mais do que diferentes aspectos de uma só realidade social, eles não podem ser independentes uns dos outros, não podem existir à margem uns dos outros. Pelo contrário, eles interferem uns nos outros.

Nenhuma ciência social, isoladamente, pode explicar o que se passa na sociedade. A sua explicação estaria incompleta. Só em complementaridade e interdependência com os conhecimentos das outras ciências sociais se pode ter um conhecimento integral dos fenómenos sociais.

 

Complementaridade das Ciências Sociais

"Embora privilegiando uma determinada instância da vida social, as diversas Ciências Sociais (Sociologia, Psicologia, Economia, Demografia, etc.) têm como objecto comum o estudo da realidade social, que, sendo única, se manifesta de forma pluridimensional e é, portanto, susceptível de uma multiplicidade de abordagens. Partindo de perspectivas teóricas particulares e de metodologias específicas, cada uma dessas ciências procurou delimitar, ao longo do seu processo de formação, a respectiva área de observação e de análise, buscando a compreensão de um determinado nível do real, que será tanto mais profundamente apreendido quanto maior for a aproximação interdisciplinar.

Nas décadas de 20-30 do século XX, e recorrendo ao conceito de “fenómeno social total”, Marcel Mauss alerta para a complexidade e pluridimensionalidade dos comportamentos e experiências sociais, insistindo que qualquer facto pode ser apreendido a partir de grelhas de leitura distintas, cada uma delas focando apenas algumas das suas dimensões.

Reconhecida a interdependência de todas as Ciências Sociais, a complementaridade de perspectivas e o intercâmbio de conhecimentos científicos revelam-se processos indispensáveis no sentido da descomplexificação do real e do acesso à sua globalidade."

Dicionário de Sociologia, Porto Editora, pp.63-64.    

Endereço

Telefone

Fax

Correio Electrónico

Rua Álvaro Carneiro
4710-216 BRAGA

+351 253 204 220

+351 253 204 224
+351 253 204 228

info@esec-alberto-sampaio.rcts.pt

(c) 2002 António Padrão

 

Anterior Início Seguinte